Ilusão da Matéria - A nossa Realidade Física não é Física Realmente.

Fonte: forum.antinovaordemmundial.com
[Imagem: 700_14d7e9ff86552f1d592e883a196f824f.jpg]


09 de dezembro de 2013 
Niels Bohr, um físico dinamarquês que fez contribuições significativas para a compreensão da estrutura atômica e a teoria quântica, uma vez disse:
Citar:Se a mecânica quântica não o deixou profundamente chocado, então você não a entendeu completamente.
A física quântica tem deixado os cientistas de todo o mundo perplexos, especialmente com a descoberta de que a nossa realidade física material, não é realmente física. Tudo o que chamamos de real é feito de coisas que não podem ser consideradas como reais. Parece que os filósofos do nosso antigo passado estavam certos, os nossos sentidos realmente nos enganam. 

Mais uma vez, a nossa realidade física material na realidade não é física. O sentido, o significado e as implicações destes resultados dentro do nosso mundo quântico levaram a uma infinidade de idéias e teorias, algumas das quais colocadas dentro do rótulo de pseudo-ciência. Este artigo irá apresentar evidências científicas que mostram claramente as ligações entre a consciência e o que chamamos de realidade e como estas já não podem ser negadas. Ele também irá refletir sobre as implicações deste conhecimento, e como essa percepção desempenha um papel importante no potencial de transformação do nosso planeta, em um momento em que mais precisamos dela. 

A noção de que o átomo era a menor partícula no universo caiu com a descoberta de que o próprio átomo é composto de elementos subatômicos ainda menores. O que foi ainda mais chocante foi a revelação de que essas partículas subatômicas emitem várias tipos de energias estranhas. Alguns argumentam que os resultados dentro da física quântica só se aplicam e são significativos no nível subatômico, mas para esses eu digo, não somos todos feitos de partículas existentes no nível subatômico? 
Quando observamos a nós mesmos e nosso ambiente físico no menor nível, não somos compostos de átomos? Não somos feitos de partículas subatômicas? Não é isso que nós observamos? 

Na virada do século dezenove, os físicos começaram a explorar a relação entre a energia e as estruturas da matéria. Ao fazer isso, a crença de que a física newtoniana da matéria era coração do saber científico sobre o universo foi abandonada, e a percepção não é senão uma ilusão a substituiu. Os cientistas começaram a reconhecer que tudo no Universo é feito de energia. 

Os físicos quânticos descobriram que os átomos físicos são feitos de vórtices de energia que estão constantemente girando e vibrando, cada um irradiando a sua própria assinatura energética única. Portanto, se nós realmente queremos nos observar para descobrir o que nós somos, nós veremos que somos realmente seres de energia e vibração, irradiando a nossa própria energia com uma assinatura única. Esse é o fato que a física quântica tem nos mostrado várias vezes. Somos muito mais do que aquilo que nós mesmos percebemos ser, e é hora de começarmos a nos ver como nessa luz que somos. Se você observasse a composição de um átomo com um microscópio, você veria um vórtice maior cercado de pequenos tornados, inúmeros vórtices de energia infinitamente pequenas chamadas quarks e fótons. Esses são os componentes da estrutura do átomo. Conforme você fosse focando cada vez mais perto da estrutura do átomo, você não iria ver nada, você iria observar um vazio físico. O átomo não tem estrutura física, não temos estrutura física, as coisas físicas realmente não tem nenhuma estrutura física! Os átomos são feitos de energia invisível, não importa o quão tangível pareçam. 

Enigmático, não é? A nossa experiência nos diz que a nossa realidade é feita de coisas materiais físicas, e que o nosso mundo é um único objeto que existe independentemente. Novamente, o que mecânica quântica revela é que não existe verdadeira fisicalidade do universo e que os átomos são feitos de vórtices, parecidos com tornados de energia em miniatura que estão constantemente aparecendo dentro e fora da existência. A revelação de que o universo não é um conjunto de partes físicas, sugeridas pela física newtoniana, e em vez disso vem de um emaranhamento holístico de ondas de energia imaterial deriva do trabalho de Albert Einstein, Max Planck e Werner Heisenberg, entre outros. 

Apesar das descobertas da física quântica, muitos cientistas hoje ainda se apegam a visão de mundo orientada para o assunto predominante, sem uma boa razão. Como mencionado anteriormente, estes cientistas restringem a validade das Teorias quânticas para o mundo subatômico. Se sabemos que a matéria não é física, como podemos promover nossas descobertas científicas tratando-a como algo físico? 

Apesar do sucesso empírico incomparável da teoria quântica, a própria sugestão de que seja literalmente a verdade como uma descrição da natureza, ainda é saudado com cinismo, incompreensão e até mesmo raiva. (T. Folger, Quantum Shmantum; Descubra 22:37-43, 2001) 

O que isso significa? 

Significa que a nossa realidade material física não é realmente físico em tudo? Isso pode significar uma série de coisas, e conceitos como este não podem ser explorados se os cientistas permanecerem dentro dos limites do mundo perceptível existente, o mundo que vemos. Felizmente, muitos 
cientistas já deram o salto, e já estão questionando o significado e as implicações das descobertas da física quântica. Uma dessas potenciais revelações é a de que o observador cria a realidade. 

A conclusão fundamental da nova física também reconhece que o observador cria a realidade. Como observadores, estamos pessoalmente envolvidos com a criação de nossa própria realidade. Os físicos estão sendo forçados a admitir que o universo é uma construção mental. O físico pioneiro Sir James Jeans escreveu: 'O fluxo de conhecimento está indo em direção a uma realidade não-mecânica, o universo começa a se parecer mais como um grande pensamento do que como uma grande máquina. A mente já não parece ser um intruso acidental no reino da matéria, devemos sim ser vistos como os criadores e governadores do reino da matéria'. (RC Henry, O Universo Mental; Nature 436:29, 2005) 

Não podemos mais ignorar o fato de que as nossas crenças, percepções e atitudes (consciência) criam o mundo. 

Supere isso e aceite a conclusão indiscutível. O universo é imaterial- mental e espiritual.

Um grande exemplo que ilustra o papel da consciência no mundo material físico (que sabemos não ser tão físico) é a experiência da dupla fenda. Este experimento foi usado várias vezes para explorar o papel da consciência na formação da natureza da realidade física. 

Um sistema óptico de dupla fenda foi utilizado para testar um possível papel da consciência no colapso da função de uma onda quântica. A proporção dos padrões de interferência da dupla fenda no poder espectral da sua potência espectral de única fenda, foi previsto para diminuir quando a atenção estava voltada para a dupla fenda em relação ao longo do experimento. O estudo constatou que os fatores associados com a consciência, como a meditação, experiência, marcadores eletro corticais de atenção focalizada e fatores psicológicos, tais como abertura e absorção, significativamente se correlacionam as formas previstas com perturbações no padrão de interferência da dupla fenda. 

Abaixo está um vídeo que demonstra o experimento da dupla fenda do filme 'Quem somos nós'.



O problema apresentado neste experimento é chamado o problema da medição quântica (QMP). Refere-se (como visto no vídeo) ao efeito intrigante em que objetos quânticos parecem se comportar de forma diferente quando observados em relação a quando não observados. Os cientistas vêem esse experimento como um problema porque consideram apenas o que os nossos sentidos nos dizem, que o mundo é completamente independente da observação. Este problema levou ao estudo do papel da observação na medição, que muitos acreditam ser um aspecto da consciência devido à nossa capacidade mental através da atenção e intenção. 

A observação não apenas perturba o que será medido, ela produz. Nós obrigamos o elétron a assumir uma posição definitiva. Nós mesmos produzimos os resultados da medição pela observação. 

Esses tipos de experiências não são as únicas disponíveis e que demonstram que a consciência, tem um papel interligado com a nossa realidade física material de alguma forma. A possível influência da consciência humana sobre o comportamento de sistemas físicos ou biológicos tem sido objeto de pesquisa e documentação rigorosa para um número de anos por diversas pesquisas. Muitos dos experimentos que usam o papel da consciência humana e como isso afeta o nosso mundo físico material, tem sido feitos no âmbito do Departamento de Defesa e agências militares, assim permanecendo ciência classificadas (secretas), escondidas e guardadas dos olhos do mundo público oficial. 

Um exemplo disso é o programa de 24 anos patrocinado pelo governo para investigar ESP e seu uso potencial na Comunidade de Inteligência. Esta operação foi chamada STAR GATE, e a maioria das suas pesquisas e descobertas permanecem classificadas (secretas) até hoje. Outro exemplo é a pesquisa conduzida pela CIA e NSA, em conjunto com a Universidade de Stanford.

Pessoalmente, eu sou obrigado a acreditar que grande parte da ciência que lida com a estranheza do mundo quântico, e muitas de suas aplicações tecnológicas permanecem dentro do reino do mundo classificado (secreto). Um mundo tão secreto que poderia estar milhares, se não milhões de anos à frente do mundo das pesquisas oficialmente divulgadas. 

De qual nível de Consciência Você opera? 

Agora que foi estabelecido que a nossa constituição física é aquela que não é física em tudo, para onde vamos a partir daqui? Somos átomos, constituídos de partículas subatômicas, que são, na verdade, um monte de energia que vibra em uma determinada frequência. Somos esses seres vibracionais de consciência e energia vibratória, como foi demonstrado, que se manifesta, cria e correlaciona com o nosso mundo material físico. A próxima questão a se perguntar é: qual o nível de consciência / estado de ser que nós, individualmente e, mais importante ainda, em conjunto operamos e a partir de onde? 

Estudos têm demonstrado que emoções positivas e operando a partirl de um lugar de paz, pode levar a uma experiência muito diferente, tanto para a pessoa que emite as emoções como para aqueles ao seu redor. No nosso nível subatômico, tem a freqüência vibracional mudado a manifestação da realidade física? Se sim, de que maneira? 
Sabemos que quando um átomo muda seu estado, ela absorve ou emite frequências eletromagnéticas, que são responsáveis ​​por mudar o seu estado. Diversos estados de emoção, percepção e sentimentos resultam em diferentes frequências eletromagnéticas? Sim! Isto foi provado. 

O mundo não-físico é estranho, não é? O fato de que substâncias materiais (matéria) aparecem do nada, com muita evidência apontando para a consciência como responsável pela criação é bastante intrigante. Em um minuto estamos a realizar um objeto físico em nossas mãos, como uma moeda, em seguida, no minuto seguinte, percebemos que, se fôssemos focar na substância material moeda com um microscópio atômico, veríamos que estamos realmente segurando nada. 

O melhor que podemos fazer agora é entender que a raça humana deve operar a partir de um lugar de paz, um lugar de cooperação e compreensão. Temos de perceber que estamos todos interligados, que podemos resolver os nossos problemas aqui facilmente, dado o fato de que temos uma série de soluções. A única maneira no qual seremos capaz de implementar e utilizar estas soluções, é através de uma mudança na consciência. O mundo está realmente acordando. Minha alma conhece o significado destes resultados e é difícil para a mente explicar. Espero que eu que eu tenha feito um trabalho decente. 

Lipton, H Bruce. A Biologia da Crença. Estados Unidos: Hay House Inc. 2008 

http://pre.aps.org/abstract/PRE/v48/i2/p1562_1 
http://media.noetic.org/uploads/files/Ph...t-2012.pdf 
http://www.fas.org/sgp/eprint/teleport.pdf 
http://www.lfr.org/lfr/csl/media/air_mayresponse.html 
http://www.scientificexploration.org/jou...uthoff.pdf 
http://www.princeton.edu/ ~ pear/pdfs/1979-precognitive-remote-viewing-stanford.pdf 
http://www.lfr.org/lfr/csl/library/AirReport.pdf 
http://www.nature.com/nature/journal/v45...08-01.html 
http://www.scientificamerican.com/articl...t-research 
http://link.springer.com/article/10.1023/A% 3A1012369318404
http://www.disclosureproject.org/docs/pd...rPaper.pdf 
http://pra.aps.org/abstract/PRA/v39/i5/p2333_1 
http://henry.pha.jhu.edu/The.mental.Universe.pdf 
http://www.files.chem.vt.edu/RVGS/ACT/no...cture.html 

Fonte Original: http://www.disclose.tv/news/The_Illusion..._All/96949


P.S.: Alguns comentários

Citar:Não podemos formular as leis da mecânica quântica sem recorrer ao conceito de consciência - Ou seja, não existe mecânica quântica sem consciência - Nobel de física Eugene Wibigger

Assim como o seu telefone celular funciona somente pelo fato das fórmulas matemáticas descobertas pela física da mecânica quântica, a frase acima é um fato possível de ser comprovado e não apenas uma confabulação.

Já tem algum tempo, que volta e meia eu tenho postado informações selecionadas pela qualidade, sobre a relação e importância fundamental que a física quântica tem a nos oferecer como um todo.
Trata-se de explicação por meio de comprovação em experimentos científicos, efetuados por profissionais qualificados, em busca de desvendar a natureza da nossa existência. 

Importante salientar que é, e sempre será impossível, conseguir separar a ciência da religião, caso o verdadeiro objetivo seja conhecimento honesto.

Será um grande problema para os controladores das instituições religiosas mundiais, quando e se as pessoas receberem informação/conhecimento sobre tudo o que significa a perspectiva da física quântica. 

Abraço.

Naste.



Terapia Holistica em Curitiba   Terapias Naturais e Vibracionais EFT Terapia  3599-9922   Você de bem com a Vida!