Dicas para ajudar a tornar seus sonhos em realidade

 
Olá Arnaldo,

Fala-lhe Miguel Lucas, fundador da Escola Psicologia. 

Tornar os sonhos realidade é o móbil de todo o ser humano. Não podemos escapar a este desejo incessante, que nos alimenta, que vive em nós, que nos empurra face à dificuldade, que nos injeta esperança e nos permite elevar-nos a nós próprios. Sonhar acordado é uma enorme manifestação da capacidade do nosso cérebro para projetar as nossas ideias. A capacidade de imaginar, a capacidade de antever, de projetar e de simular cenários antes de serem reais, expressa o quão brilhantes somos como seres humanos. No entanto, sonhar é o primeiro passo, muitas coisas são necessárias passar à prática até que os sonhos se tornem realidade. É neste percurso entre o sonho e a realidade que muitos de nós sucumbimos, que ficamos pelo caminho e vimos os sonhos de uma vida esfumarem-se. É importante ganhar consciência do que necessitamos fazer para suportar os nossos sonhos. 

É necessário investir no mecanismo essencial: Ação

Apresento alguns passos que podem ajudá-lo a tornar os sonhos realidade:

O Hábito de sonhar

Continue sonhando. E seja específico com os detalhes da sua visão. Pense sobre isso muitas vezes e clarifique a sua visão de sucesso. Veja-o na sua mente com clareza. Viva os sonhos na sua imaginação. Eventualmente alguns dos seus sonhos (os mais arrojados) podem parecer impossíveis atualmente, mas por favor, não abandone o seu sonho só porque ele pode parecer-lhe distante. Aliás, é exatamente a capacidade de manter a imagem do seu sonho na sua mente, que pode incentivá-lo diariamente a manter-se na rota traçada.

Como para sonharmos acordados temos que fazer uso da imaginação, acresce imediatamente uma enorme mais valia. Ao usarmos a imaginação, ela permite-nos perspetivar, planejar, antever, organizar e elaborar um plano que suporte o sonho (objetivo). Como dizia Einstein:

“Quando tudo o resto falhar ou faltar resta-nos a imaginação.”

Trabalhe no seu sonho imaginando-o. Veja-se e reveja-se nele. Tente simular os sentimentos que poderá vir a experienciar no momento que alcance o seu sonho. O que isso mudará na sua vida e na vida daqueles que o rodeiam? Quem vai beneficiar? Que retorno emocional vai ter para você mesmo? Qual o motivo que o leva a querer tornar real esse sonho em particular? Em que medida o seu sonho depende de si? Especifique o mais possível o seu sonho

Responder às questões anteriores irá dar-lhe uma noção da direção a tomar. Isto é importante, porque sem um alvo, como vamos saber onde chegar e quando lá chegamos? Fomente o seu hábito de sonhar e seja específico. Faça uso da sua imaginação, acrescente-lhe algumas das respostas anteriores e não pare de sonhar e de aprimorar o seu sonho.

Dê o próximo Passo

Independentemente de quão longe você possa perceber que está do seu sonho, há sempre, sempre, o próximo passo lógico que pode ser dado. Esse passo pode ser um pequeno passo, mas certamente um passo mais perto na direção dos seus sonhos. Tente vislumbrar qual o próximo passo a ser dado para colocá-lo mais perto daquilo que pretende. Não um grande passo, mas, o mais pequeno possível. Em seguida, faça tudo ao seu alcance para passá-lo à prática. E repita.

Com cada passo que você vá dando, provavelmente irá cometer erros. Esses erros, são também o caminho do seu sucesso. Esses erros permitem perceber que tem de continuar a pensar em outras alternativas para chegar onde pretende. Com cada lição, você irá ajustar o seu caminho e continuar indo em direção ao sonho, até, eventualmente, chegar ao seu destino.

O medo pode ser seu amigo

Ficarmos paralisados pelo medo afasta-nos dos nossos sonhos. Na verdade, a única solução para superar o medo é arranjar uma estratégia de enfrentar esse mesmo medo. É isso aí. O medo pode surgir sempre que nos propomos à mudança ou a mudança se imponha a nós. É natural que o nosso sistema nervoso reaja à percepção de ameaça, mesmo que não seja uma ameaça física. Dado que a realização de um sonho sempre exige algum tipo de mudança, é provável que possa desencadear algum tipo de medo.

O medo pode ser um poderoso motivador. Em vez de tentar eliminar o medo, fingindo que não existe e consequentemente ter de evitar algumas das ações que deveria realizar, enfrente-o. Abrace-o como uma ferramenta na tomada de decisão dos seus sonhos, tomando medidas inteligentes. Certifique-se que tem um plano, que tem uma estratégia para fazer face a algumas das suas dificuldades, alguns dos seus pontos fracos, e de coisas que lhe causem incómodo mas que precisem de ser abordadas para a concretização do seu sonho. O medo pode ter um outro lado positivo, que é relembrá-lo daquilo que necessita clarificar e trazer à sua mente para que se prepare para o desafio. Esse medo funcionará como um motivador eficaz. Basicamente, prepara-o para o sucesso. O medo, quando desafiado, enfrentado, pode realmente ser amigo.

Explicite os seus sonhos

Então, quais são os seus sonhos? Pense sobre isso. Agora escreva-os em detalhe. Este exercício vai trazer-lhe um esclarecimento enorme. Crie uma rotina regular de rever seus sonhos e/ou revisão dos seus sonhos e, se for o caso, reescreva-os com novos detalhes.

Então, o que é que você quer? O que você está sonhando? Qual é a sua visão?

Com o seu sonho em mente, siga-o, abrace-o, acarinhe-o, alimente-o, conforte-o, comece a vivê-lo. Agora vá e faça a mais pequena coisa que estiver ao seu alcance para que comece a ficar mais perto de tornar o seu sonho realidade.

Conto com você nesta caminhada rumo à melhoria da sua qualidade de vida.

Miguel Lucas
Escola Psicologia

Terapia Holistica em Curitiba                Terapias Naturais              41 3599-9922