EFT e a Síndrome do Pânico

Tradução Direta

Fonte: www.makingpositivechanges.psc.uk


A EFT consegue benefícios profundos pra quem sofre da Síndrome do Pânico. Você é um das mais de 3 milhões de pessoas que pelo menos o que se sabe a sofrer de ataques de pânico? É difícil lidar com a ansiedade e ataques de pânico, pois é como ser atingido com uma onda, e aparentemente não existem causas que faz desencadear esse problema. A princípio a EFT,  já combate os sintomas da SP numa crise, baixando a intensidade dos mesmos.
EFT tira a carga emocional e medo que é a principal causa de muitos ataques de pânico. A maioria das pessoas não sabe como ou por que os ataques de pânico começaram, eles só sabem tudo sobre o medo de ter um em lugares públicos ou até mesmo em casa. A EFT para ataques de pânico está mais do que provado sua eficácia em oferecer alivio nesses momentos.
Usando a EFT para ataques de pânico, então se vai ter a liberdade de se imaginar em uma situação similar, sem sofrer um ataque de pânico e se será capaz de alcançar a liberdade. EFT alivia a ansiedade e stress. Difunde-se a carga emocional que o impede de viver a vida ao máximo e libera a ser o melhor que pode em qualquer situação. Você pode ter liberdade emocional para que, 'O resto da sua vida pode ser o melhor de sua vida.'

A Síndrome do Pânico

A Síndrome do Pânico é um transtorno psicológico caracterizada pela ocorrência de inesperados crises de pânico e por uma expectativa ansiosa de ter novas crises.
As crises de pânico – ou ataques de pânico – consistem em períodos de intensa ansiedade, geralmente com início súbito e acompanhados por uma sensação de catástrofe iminente. A freqüência das crises varia de pessoa para pessoa e sua duração é variável, geralmente durando alguns minutos.
No geral, as crises de pânico apresentam pelo menos quatro dos seguintes sintomas: taquicardia, falta de ar, dor ou desconforto no peito, formigamento,  tontura, tremores, náusea ou desconforto abdominal, embaçamento da visão, boca seca, dificuldade de engolir, sudorese, ondas de calor ou frio, sensação de irrealidade, despersonalização, sensação de iminência da morte.
Há crises de pânico mais completas e outras menores, com poucos sintomas.
Geralmente as crises ou ataques de pânico se iniciam com um disparo inicial de ansiedade, que logo ativa um medo das reações que ocorrem no corpo. Nesta hora surgem na mente uma série de interpretações negativas sobre o que está ocorrendo, sendo bastante comuns quatro tipos depensamentos catastróficos: de que a pessoa está perdendo o controle, que vai desmaiar, que está enlouquecendo ou que vai morrer.
No intervalo entre os ataques a pessoa costuma viver na expectativa de ter uma novo ataque. Este processo, denominado ansiedade antecipatória, leva muitas pessoas a evitarem certas situações e a restringirem suas vidas.

Extraído de: ​https://psicoterapia.psc.br/panico/
EFT Presencial em Curitiba com profissional com certificação Internacional AAMET
Terapia Holística em Curitiba, Terapias Naturais, Vibracionais    4102-3816    3599-9922