Como estão suas emoções?

Postado por Rafael Zen 

emoções2

Como estão suas emoções?

Você realmente acredita que está em paz consigo mesmo?

Se está em dúvida, ouça seu corpo – ele sempre no diz a verdade:

  • Amigdalite : Emoções reprimidas, criatividade sufocada.
  • Anorexia: Ódio ao extremo de si mesmo.
  • Apendicite: Medo da vida. Bloqueio do fluxo do que é bom.
  • Arteriosclerose: Resistência. Recusa em ver o bem.
  • Asma: Sentimento contido, choro reprimido.
  • Bronquite: Ambiente familiar “inflamado”, Gritos e discussões.
  • Câncer: Mágoa profunda, tristezas mantidas por muito tempo.
  • Colesterol: medo de aceitar alegria.
  • Derrame: Resistência. Rejeição a vida.
  • Diabetes: Tristeza profunda ( vida sem docura).
  • Diarréia: Medo, rejeição, fuga (eliminar de dentro o que está ruim).
  • Dor de cabeça: Autocrítica, falta de auto valorização.
  • Enxaqueca: Medos sexuais. Raiva reprimida. Pessoa perfeccionista.
  • Fibromas: Alimentar mágoas causadas pelo parceiro.
  • Frigidez: Medo. Negação do prazer.
  • Gastrite: Incerteza profunda. Sensação de condenação, idéias mal digeridas.
  • Hemorróidas: Medo de prazos determinados. Raiva reprimida, perfeccionista.
  • Hepatite: Raiva, ódio. Resistência a mudanças.
  • Insônia: Medo, culpa.
  • Labirintite: Medo de não estar no controle.
  • Meningite: Tumulto interior. Falta de apoio.
  • Nódulo: Ressentimento, frustração. Ego ferido.
  • Pele (acne): Individualidade ameaçada. Não aceitar a si mesmo.
  • Pneumonia: Desespero. Cansaço da vida.
  • Pressão Alta: Problema emocionalmente duradouro e não resolvido.
  • Prisão de Ventre: Preso ao passado. Medo de não ter dinheiro suficiente.
  • Pulmões: Medo de absorver a vida.
  • Quistos: Alimentar mágoa. Falsa evolução.
  • Resfriados: Confusão mental, desordem, mágoas.
  • Reumatismo: Sentir-se vítima. Falta de amor. Amargura.
  • Rinite Alérgica: Congestão emocional. Culpa. Crença em perseguissão.
  • Rins: Crítica, desapontamento, fracasso.
  • Ronco: Teimosia, apego ao passado.
  • Sinusite: Irritação com pessoas próximas.
  • Tireóide: Humilhação.
  • Úlceras: Medo. Crença de não ser bom o bastante.
  • Varizes: Desencorajamento. Sentir-se sobrecarregado.

Interessante não?

Comece bem o ano. Dê atenção aos seus sentimentos, principalmente aqueles que você busca esconder de si próprio. Quando dizemos o popular “esquece” ou “deixa pra lá” estamos jogando nossa sujeira emocional para o subconciente, este é o maior mal que o ser humano pode fazer a si mesmo… perdoar é preciso, mas esquecer é diferente!

Busque em suas memórias recordações de situações difíceis ou de conflito que viveu no passado. Em algumas destas lembranças você aparentemente “esqueceu” o sentimento, certo? Então faça um teste: feche seus olhos e rememore a cena. Quanto mais imerso nela, quanto mais dentro daquele evento você se encontra (como se fosse o personagem principal do filme), maior a quantidade de emoções guardadas aquele evento tem. Não importa quanto tempo atrás aconteceu, para o subconsciente o tempo não existe -  décadas atrás é o mesmo que AGORA.  Portanto, estas mesmas emoções continuam, hoje, movimentando sua reação e interação com o mundo – alterando sua saúde ou limitando suas opções no mundo.

Mesmo males diagnosticados como “sem cura” podem sim ser revertidos. A primeira proviência é encontrar a causa, mudar as crenças e a forma como o doente encara esta doença. Para isso utilizamos a EFT  – técnica de libertação emocional.

Mudar o que você pensa tem o poder de mudar a química de seu corpo… pense nisso!

Venha equilibrar suas energias e emoções, recupere seu Equilibrio Natural

Terapia Holistica em Curitiba        Terapias Naturais      41 3599-9922       9654-2909